terça-feira, 15 de abril de 2014

Bláhzenha: Belleville


Autor: Felipe Colbert
Editora: Novo Conceito
Selo: Novas Páginas














Este ano começou com muitas novidades na Novo Conceito, umas delas é que Felipe Colbert foi contratado para o selo Novas Páginas.
Eu já o conhecia por conta da blogosfera literária, mas não tinha lido ainda nenhum de seus livros. E eis que bate na minha porta o carteiro trazendo está oportunidade.

Belleville fala de um buraco no tempo, onde duas pessoas conseguem se comunicar com uma falha temporal de cinquenta anos. Um buraco de minhoca, assunto que sempre achei interessantíssimo porque - de acordo com alguns cientistas - eles podem mesmo existir. Infelizmente nunca conseguiram provar, mas eu adoro o assunto mesmo assim.

Quando Lucius se muda para Campos do Jordão, estudar na faculdade de lá, acha meio estranho que o pai tenha lhe alugado uma casa tão antiga e assustadora. Cheia de estalos, rangidos e um esqueleto de uma montanha russa no jardim. Ele nunca poderia imaginar que estava prestes a fazer um looping completo em sua vida e na vida de Anabelle.

Eu gostei muito da determinação de Lucius, mas foram as partes da estória narradas por Anabelle que me fizeram amar o livro. Trechos que falam de medo, da fragilidade de uma mulher sozinha na vida e de como, as vezes, não temos saída.

Eu fiquei assustada, desesperançada e amedrontada junto de Anabelle e - confesso - chorei, na parte do gato. Mas prometo não falar mais nada, para não ser spoiler.
A estória tem como cenário Campos do Jordão, que nunca conheci, afinal as pessoas vão para lá pelo frio e eu sou do Sul, mesmo morando no Rio de Janeiro nunca senti atrativos nela. No entanto depois de ler os detalhes tão sutis e carinhosos da cidade, fiquei muito curiosa. Varias vezes pensei se existiria de fato alguns dos lugares descritos no livro. como a lojinha de chocolates da "Dona Italiana". Até procurei no google para ver se Belleville existia e tem "belleville" de tudo em Campos, menos a montanha russa. Uma pena porque achei tão lindo alguém querer construir uma no jardim de casa.
Para ver como a estória me pegou, fiquei desejando que algo assim fosse real.

Foi um livro muito rápido de ler e até gostaria de sortear um para vocês, mas como só recebi um e gostei muito mesmo, vou ser egoísta e ficar com ele para mim.

Parabéns ao Felipe pela editora nova e parabéns a Novo Conceito por ter sacado que não deveria deixa-lo escapar.

Indico com certeza.
Bjos a todos.

12 comentários:

  1. Os nacionais que estão sendo publicados pela Novo Conceito estão me chamando muito a atenção! Assim como você, adoro essas coisas de falhas no tempo, só por isso já fiquei entusiasmada em ler o livro. Outra coisa que me deixou muito curiosa, foi a descrição que você fez da personagem principal. Fiquei encantada! Mal posso esperar para ler este livro ^^"

    Beijos
    @PollyanaCampos
    entrelivrosepersonagens.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Fiquei interessado pelo livro muito mais pelo autor, por ser nacional, do que pela história em si. Ela parece interessante, principalmente pela parte do buraco de minhoca (aquele que adora ficção científica), mas o quê geral da história tem um estilo que geralmente não cai no meu gosto. Mas espero poder apreciar a leitura tanto quanto você.

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pela resenha Fê! Estou ansiosa para ler Belleville! Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  4. Novo Conceito é <3
    Buracos de minhoca despertam minha curiosidade também, viagens no tempo na verdade.
    Adorei a resenha, deu muita vontade de ler o livro!
    Abraços
    Lu,
    http://euqueleio.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Não conhecia o livro nem o autor; a história me pareceu super bacana e pela sua resenha fiquei com vontade de ler, ainda mais por se passar numa cidade que adoraria visitar.

    petalasdeliberdade.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Nossa, adorei a história, o estilo e a ideia dela. Fiquei muito curioso e a sua resenha tem uma grande parcela de culpa nisso :-) você escreve muito bem.
    Abraços

    ResponderExcluir
  7. Fiquei curiosa para ler. Também me interesso pelo assunto de falha temporal e similares.
    Até!

    ResponderExcluir
  8. Eu sou suspeita pra falar desse livro pq tive a oportunidade de participar do processo. O Felipe acertou em cheio com a história da montanha-russa e do casal Lucius e Anabelle! Me apaixonei por eles! <3
    Parabéns pela resenha!
    Beijos,
    Nica

    http://www.draftsdanica.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Ahhhh Novo Conceito <3 <3 <3 Estou muito curiosa sobre este livro. Espero poder lê-lo em breve! Beijos,
    entreeleitores.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Muito interessante a história. Eu também sou fissurada por buracos de minhoca e falhas entre dimensões no tempo e no espaço.
    Já fui para Campos do Jordão e não pretendo voltar: chovia demais e, mesmo sendo janeiro, fez um frio danado.
    Beijo!

    www.diarioquaseescritora.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Esse livro já está na minha lista. Espero poder ler em breve, parece uma história muito boa.
    Beijos

    http://cartaen.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir